Arquivo mensal junho 2022

Poradmin

Homem perde pendrive com dados de uma cidade inteira no Japão

Um trabalhador da cidade de Amagasaki, no Japão, perdeu um pendrive com informações pessoais de quase meio milhão de pessoas. O dispositivo desapareceu depois que o homem saiu para beber e passou do limite.

De acordo com a imprensa local, o homem trabalha para uma empresa que fornece benefícios a famílias isentas de impostos. Ele teria colocado o pendrive na bolsa quando saiu para beber e desmaiou na rua depois de várias horas na companhia do álcool. Quando acordou, não estava mais com a bolsa nem com o pendrive.

O dispositivo continha dados de todos os moradores de Amagasaki, incluindo nomes, endereços,  números de contas bancárias e informações sobre qualquer pessoa que recebe seguro social na cidade. De acordo com o Mashable, são cerca de 465.177 pessoas.

O funcionário não identificado tinha autorização para acessar os dados, mas não deveria transferi-los para um dispositivo separado. (Shutterstock)

O funcionário não identificado tinha autorização para acessar os dados, mas não deveria transferi-los para um dispositivo separado. (Shutterstock)Fonte:  Shutterstock 

Olhando para o lado “menos negativo”, as autoridades de Amagasaki disseram que os dados dentro do pendrive são criptografados e bloqueados com senha. Até o momento, ninguém tentou acessar as informações.

O prefeito da cidade e outras autoridades locais pediram desculpas pelo incidente que “prejudicou gravemente a confiança do público na administração municipal”.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Windows 10 22H2: sistema terá ‘grande atualização’ ainda este ano

Microsoft “acidentalmente” confirmou que o Windows 10  receberá uma “grande atualização” ainda em 2022. Pistas sobre o “Windows 10 22H2 Build 19045” foram identificadas no preview de atualização cumulativa opcional dentro do Windows Insiders.

Não houve anúncio oficial da Microsoft sobre a próxima versão do Windows 10 até o momento. Ao que tudo indica, a futura “grande atualização” não trará alterações significativas para quem ainda está usando o sistema antigo. Ela foi desenvolvida com base na versão 2004 do Windows 10 e espera-se que ofereça pequenos ajustes e mudanças menores, como melhorias de segurança e aprimoramentos de desempenho.

De acordo com o Windows Latest, o Windows 10 22H2 seria mais um pacote de habilitação. Ou seja, ativaria recursos inativos já presentes no Windows 10 21H1, atualizaria a versão do sistema e o número de compilação.

A Microsoft disse que as atualizações de recursos para o Windows 10 “terão um escopo definido” e serão implantadas “usando tecnologia de manutenção”. (Windows Latest)

A Microsoft disse que as atualizações de recursos para o Windows 10 “terão um escopo definido” e serão implantadas “usando tecnologia de manutenção”. (Windows Latest)Fonte:  Windows Latest 

Tratando-se de sistema operacional, os esforços atuais da Microsoft estão direcionados para o primeiro grande update do Windows 11 (Windows 11 22H2). A expectativa é que a Build 19045 do Windows 10 chegue no mesmo período em que a Microsoft lançar o update para a nova versão do seu sistema operacional.

A Microsoft garantiu suporte ao Windows 10 até 14 de outubro de 2025.

Fonte: TecMundo

Poradmin

A transformação digital tem mais a ver com pessoas do que com computadores

Já faz alguns anos que o termo “transformação digital” se tornou relevante para todo tipo de negócio.

Contudo, a revolução digital não se trata apenas das máquinas e dos softwares. Na verdade, diz respeito muito mais às pessoas. E você vai entender por quê.

Observe quem são essas pessoas na fila. Aposto que, na maioria das vezes, grande parte delas são idosos. Justamente uma das fatias da população com maior dificuldade de inclusão digital. Seria, então, coincidência que essas pessoas estão ali em vez de pagar as contas por aplicativos? Ou será que, para eles, é difícil mudar velhos hábitos e entender o novo?

Transformação Digital

Fonte: Shutterstock

As pessoas na fila da lotérica não foram impactadas por essa transformação, ou, ao menos, não profundamente.

Vale dizer que a dificuldade para se adaptar não é exclusiva dos mais velhos. Qualquer um pode encontrar obstáculos ao tentar uma nova tecnologia. Quando os jornalistas mudaram da máquina de escrever para os computadores, por exemplo, não foi uma troca fácil.

De alguma maneira, o papel transmite mais credibilidade, tinha um valor documental.

Logo vem o pensamento: “se estava funcionando até agora, para que mudar?”. Quem se atém a essa linha de raciocínio acaba não enxergando as vantagens da tecnologia e vai ficando para trás.

Até porque, em algum momento, não haverá alternativa.

Algumas áreas conseguiram com mais facilidade que outras. Pedir comida por aplicativo, por exemplo, é uma facilidade amplamente aceita pela população.

A diferença fundamental entre esses grupos é que, no primeiro, a transformação digital aconteceu com maior profundidade; e, no segundo, apenas a ferramenta foi entregue, sem a mudança necessária na mentalidade dos usuários. Tanto da parte das empresas, quanto da parte dos clientes.

Quando as pessoas de fato entendem tudo isso, há a inclusão digital, que é essencial para uma verdadeira transformação digital. Esse é o nível de importância do digital em nossas vidas atualmente. Por que seria diferente no mercado de trabalho?

Apenas com uma inclusão digital completa a transformação digital é possível. E não se trata de conversa fiada; como pudemos ver, o afastamento das pessoas do mindset digital é uma realidade concreta. O desenvolvimento tecnológico depende, também, das pessoas. É nosso papel, como desenvolvedores e aplicadores das inovações, ensinar e guiar a sociedade para o futuro.

Poradmin

5G cresce e supera 700 milhões de usuários em todo o mundo

quantidade de conexões 5G em todo o mundo chegou a 701 milhões ao final do primeiro trimestre de 2022, de acordo com dados divulgados pela 5G Americas nesta terça-feira (21). A entidade prevê que o número salte para 1,2 bilhão de conexões até o final deste ano.

Foram mais de 410 milhões de usuários da quinta geração da banda larga móvel adicionados ao longo de um ano, aumento de 141%, já que o total de conexões era de 291 milhões nos três primeiros meses de 2021. Houve também um crescimento trimestral de 17% em relação aos 598 milhões de usuários do serviço no último trimestre do ano passado.

Já em termos regionais, a América do Norte atingiu 82 milhões de conexões 5G ao final de março, 12 milhões de assinantes a mais que em dezembro de 2021 e um crescimento anual de 17,7% se comparado ao primeiro trimestre do ano passado. Essa parte do continente deve chegar ao final de 2022 com 131 milhões de usuários.

Além da alta velocidade, o 5G promete deixar as cidades ainda mais conectadas.

Além da alta velocidade, o 5G promete deixar as cidades ainda mais conectadas.Fonte:  Shutterstock 

Ainda conforme a organização que representa provedores de serviços e fabricantes do setor de telecomunicações, a tendência de crescimento do 5G é puxada principalmente pela Oceania, o leste e o sudeste asiático, além da China. Juntas, tais regiões representaram 81,1% de todos os usuários do serviço globalmente, ao final do trimestre.

4G x 5G

A adoção do 5G entrou em uma “fase de crescimento acelerado”, mas o 4G LTE ainda lidera na América Latina e no Caribe. Foram 506 milhões de conexões no primeiro trimestre de 2022, crescimento de 3,4% em relação a dezembro passado.

Esse total de usuários da quarta geração da banda larga móvel deve continuar crescendo até o final do ano, chegando a 535 milhões de assinaturas. Mas a partir daí, o 5G deve começar a ultrapassar o 4G, como prevê a consultoria Omdia.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Morreu mesmo: lápide ‘celebra’ fim do Internet Explorer

Na última semana, a Microsoft anunciou o fim do suporte ao Internet Explorer, um dos navegadores que causou muito amor e ódio entre os usuários. Para homenagear o browser, um fã da Coreia do Sul criou uma lápide com o logotipo do software e fez uma foto que acabou viralizando na nação asiática.

O engenheiro de software Jung Ki-Young encomendou a lápide a exibiu em um café na cidade de Gyeongju, administrado por seu irmão. Ele gastou de US$ 330 (cerca de R$ 1700 na cotação atual) para encomendar a arte gravada com a seguinte frase: “ele era uma boa ferramenta para baixar outros navegadores“.

A foto fez muito sucesso na Coreia do Sul e o objetivo real de Jung foi fazer uma piada para as pessoas rirem. 

A foto fez muito sucesso na Coreia do Sul e o objetivo real de Jung foi fazer uma piada para as pessoas rirem. Fonte:  Jung Ki-Young/Reuters 

Em entrevista à Reuters, o engenheiro disse ter uma relação de amor e ódio com o Internet Explorer e que ele foi um software com um papel importante durante sua vida. Inclusive, o programador afirma que gastava mais tempo desenvolvendo sites para funcionarem bem no Explorer.

O clássico Explorer

“Essa é outra razão para agradecer ao Explorer, agora me permitiu fazer uma piada de classe mundial. Lamento que se foi, mas não vou sentir falta. Então, sua aposentadoria, para mim, é uma boa morte”, disse Jung.

Originalmente, o Internet Explorer saiu em 1995 no lançamento do Windows 95 e, por muito anos, foi o navegador mais popular entre os usuários da Microsoft. Agora, a companhia manterá o Microsoft Edge como o navegador principal do sistema operacional — há pouco mais de 10 anos, o IE perdeu sua popularidade para outros como o Google Chrome e Firefox.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Alexa ou Google Assistente: qual assistente inteligente escolher?

Alexa e o Google Assistente são os dois principais assistentes inteligentes usados em sistemas de smart home. E apesar de ambos serem compatíveis com celulares Android, dentro de casa eles são amplamente utilizados a partir dos smart speakers.

Os smart speakers são caixas de som inteligentes justamente por conter a assistente inteligente, que permite comando de voz e controle de atividades de forma mais prática e automatizada.

Tanto os modelos da Amazon, que possuem a Alexa, quanto os modelos da Google, que possuem o Google Assistente, possuem funções semelhantes e a mesma ideias de uso, mas alguns pontos são importante de serem analisados, principalmente em questão dei integração, preço e evolução.

Quer saber qual o melhor a melhor escolha para você? Então, continue a ler nosso artigo!

Alexa ou Google Assistente: qual o melhor?

O Google Assistente é um serviço do Google que existe há bastante tempo, mas as funcionalidades da assistente inteligente dentro de uma caixa de som inteligente chegou no Brasil há poucos anos atrás. E embora essa estreia tenha sido atrasada em comparação com países desenvolvidos, a adesão desses dispositivos entre o público brasileiro é crescente.

E mesmo que o smart speaker do Google tenha chegado antes, a Amazon trouxe a Alexa em uma geração mais avançada para o Brasil, e a Alexa caiu no gosto popular dos fãs de tecnologia.

No geral, os smart speaker de ambas as marcas seguem as mesmas regras, tendo o objetivo principal de agilizar tarefas do dia a dia, auxiliar nas atividades e rotinas, facilitar buscas de informações, tocar músicas e automatizar atividades dentro de casa.

A seguir, vamos falar sobre as diferenças entre a Alexa e a Google Assistente em cada tópico, separadamente.

Smart speakers (caixas de som inteligentes)

Falando sobre os smart speakers com Alexa (linha Amazon Echo) e Google Assistente (linha Google Nest), os dispositivos contam com alguns modelos, indo dos mais básicos até alguns com tela e recursos extras.

Neste departamento, os speakers da Amazon se saem melhor na qualidade de som, principalmente quanto às frequências mais graves. Já as caixinhas da Google oferecem melhor sensibilidade quanto aos comandos de voz em ambientes com maior nível de ruído.

Sobre streaming de músicas, o assistente da Google é compatível com o YouTube Music e o Spotify. Já o da Amazon é compatível com o Amazon Music, o Apple Music, o Napster, o Deezer, o Spotify e o TuneIn, que sintoniza FMs online de todo o planeta.

A Amazon Echo Dot e seu famoso círculo iluminado.

A Amazon Echo Dot e seu famoso círculo iluminado.Fonte:  Shutterstock 

Pesquisas na internet

Ambos os assistentes se saem muito bem ao retornar informações básicas e diretas a partir de pesquisas na internet.

No entanto, apesar de falar mais, a assistente da Google é muito mais completa ao retornar certos tipos de informações, principalmente quando os dados estiverem associados aos hábitos do usuário vinculados a outros serviços da companhia, como a Pesquisa Google e o Google Maps.

Adicionalmente, a Google Assistente pode responder perguntas secundárias a partir de uma pergunta principal feita anteriormente.

Interação

Neste quesito, o serviço da Amazon se sobressai bastante em relação ao concorrente da Google. A Alexa possui uma voz mais natural, e ainda é capaz de interagir com o usuário emitindo respostas engraçadas e inusitadas. E se o usuário perguntar sussurrando, ela responderá da mesma forma.

A Google Assistente tem postura visivelmente mais séria e um tom de voz mais robotizado.

O indicador do Google Nest Mini é em forma de pontinhos luminosos.

O indicador do Google Nest Mini é em forma de pontinhos luminosos.Fonte:  Shutterstock 

Automatização doméstica

Se seu objetivo é automatizar atividades em casa, a assistente da Amazon é muito mais completa que a da Google, ao menos em nosso idioma. A Alexa realiza tarefas com comandos mais complexos, podendo ligar aparelhos com ajustes predeterminados.

Compatibilidade

Este é outro ponto em que a Alexa supera a assistente da Google. Ela tem compatibilidade quase universal com dispositivos inteligentes, sejam eles de marcas populares ou até de marcas desconhecidas.

Vídeos e séries

Você também poderá usar a Alexa ou a Google Assistente para automatizar a execução de filmes e séries via streaming em sua TV não-smart.

Neste sentido, é importante ressaltarmos que a assistente da Amazon possui compatibilidade com o Fire TV Stick, enquanto que a da Google se comunica com o Google Chromecast.

Afinal, qual o melhor assistente inteligente?

Podemos dizer que os dois assistentes inteligentes são excelentes companheiros para agilizar determinadas tarefas do dia a dia.

A Alexa é muito mais relevante para usuários que têm foco na automatização de tarefas dentro de casa ou curtem uma interação mais natural e bem humorada. Ela também possui maior compatibilidade com outros dispositivos.

Já a Google Assistente pode servir melhor para usuários que precisam dinamizar tarefas voltadas aos seus hábitos junto ao ecossistema da Google, assim como obter respostas mais completas a partir de pesquisas.

Sugestões de Smart Speakers

Agora que já deu para entender e saber qual a melhor opção para você, escolha o modelo e aproveite:

Imagem:  Echo Dot 4ª Geração
Imagem: Tecmundo Recomenda

Echo Dot 4ª Geração

Conheça a 4ª geração do Echo Dot, o smart speaker com Alexa de maior sucesso da Amazon.

Peça para a Alexa tocar músicas, responder perguntas, ler as notícias, checar a previsão do tempo, criar alarmes e muito mais.R$ 399,00EM AMAZONR$ 284,05

Imagem: Smart Speaker Google Nest Mini
Imagem: Tecmundo Recomenda

Smart Speaker Google Nest Mini

Com a Google Assistente integrada, o Nest Mini te deixa conectado mais do que nunca. O Smart Speaker vem com som estéreo de alta qualidade, 2 microfones e é compatível com a maioria dos objetos inteligentes.EM BUSCAPÉR$ 179,10

Imagem: Echo Show 5 2ª Geração
Imagem: Tecmundo Recomenda

Echo Show 5 2ª Geração

Defina alarmes e timers, cheque seu calendário ou as notícias, faça chamadas de vídeo com a câmera de 2 MP e reproduza músicas ou séries nesta smart speaker com tela!R$ 599,00EM AMAZONR$ 569,05

Imagem: Smart Speaker Google Nest Audio
Imagem: Tecmundo Recomenda

Smart Speaker Google Nest Audio

O Nest Audio produz vocais nítidos e graves poderosos que preenchem qualquer espaço, ele se adapta ao ambiente e ao que você está ouvindo.

O Smart Speaker também pode transmitir mensagens, conversar entre os ambientes e fazer chamadas.EM BUSCAPÉR$ 579,00

Fonte: TecMundo

Poradmin

WhatsApp libera reações com emojis para app beta do Windows

WhatsApp está liberando as reações com emojino seu aplicativo Beta para Windows. O recurso chega com a atualização mais recente do app para desktop.

A funcionalidade das reações no app Beta do Windows está bastante parecida com o que foi implementado no WhatsApp Desktop. Quando a pessoa passa o ponteiro do mouse em cima de uma mensagem, o botão de reação aparecerá na lateral do balão.

Clicando na opção, surgirão as seis reações estão disponíveis: Curtir, Amar, Rir, Surpreso, Triste e Obrigado. Também é possível ver quem reagiu a uma mensagem tocando no ícone de reação na parte inferior do balão de bate-papo.

As reações com emojis no WhatsApp começaram a aparecer nos apps do Android e iOS em maio deste ano. (WABetaInfo)

As reações com emojis no WhatsApp começaram a aparecer nos apps do Android e iOS em maio deste ano. (WABetaInfo)Fonte:  WABetaInfo 

É válido explicar que o WhatsApp Beta é um aplicativo diferente do WhatsApp Desktop, pois “não é sua versão final”. Através dele, os usuários experimentam ferramentas que estão em período de testes, e ele pode ser instalado tanto em smartphones quanto no computador via Microsoft Store.

As duas versões do WhatsApp disponíveis na Microsoft Store podem ser encontrados facilmente pela barra de pesquisa. (TecMundo)

As duas versões do WhatsApp disponíveis na Microsoft Store podem ser encontrados facilmente pela barra de pesquisa. (TecMundo)Fonte:  TecMundo 

De acordo com o WABetaINfo, as reações estão disponíveis a partir da instalação do WhatsApp Beta para Windows versão 2.2223.11.70 da Microsoft Store. Se o update foi instalado e as reações ainda não apareceram, certifique-se de instalar a atualização beta mais recente da Microsoft Store.

Outras mudanças que chegam ao WhatsApp Beta para desktop através desse update e seu antecessor é a capacidade de adicionar até 512 pessoas aos grupos e de juntar fotos e vídeos em uma única mensagem, como um álbum.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Banco do Brasil reduz taxas de financiamento de carros elétricos

De acordo com informações divulgadas na última semana, oBanco do Brasil está preparando uma iniciativa para reduzir as taxas de financiamento de carros híbridos e elétricos novos, ou com até dois anos de fabricação, em até 0,5%. A novidade surge em um momento em que a popularidade dos veículos elétricos aumenta em todo o mundo.

A partir de agora, as taxas mínimas são de 1,09% ao mês, e a novidade faz parte de um incentivo do banco para os clientes adquirem veículos elétricos — dessa forma, o BB pode aumentar a carteira de negócios sustentáveis da empresa.

A carteira sustentável do banco já somava R$ 289 bilhões em saldo até o final do primeiro trimestre de 2022 e, assim, a nova iniciativa prevê aumentar os números do BB nos próximos anos — o valor já representa cerca de um terço da carteira do banco.

A carteira de negócios sustentáveis do BB cresceu 10,8% durante o último ano.

A carteira de negócios sustentáveis do BB cresceu 10,8% durante o último ano.Fonte:  Shutterstock 

Incentivando o mercado sustentável

“Incentivá-los a optarem por veículos que diminuam significativamente as emissões de gases do efeito estufa contribui com a promoção de uma economia verde, de baixo carbono, e reforça nosso compromisso com o desenvolvimento sustentável do nosso país”, disse o vice-presidente de governo e sustentabilidade empresarial do BB, Antonio Barreto.

O banco realiza o financiamento de até 100% do valor do veículo elétrico ou híbrido em um esquema de parcelamento de 2 a 60 meses, ou seja, cerca de 5 anos. A carência pode ser de até de 180 dias para o pagamento da primeira prestação.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Google Duplex é lançado oficialmente no Brasil

Google anunciou hoje (14) a chegada oficial do Duplex no Brasil. A tecnologia utiliza inteligência artificial e linguagem natural para automatizar tarefas cotidianas, como marcar compromissos por telefone e atualizar cadastros, por exemplo.

A novidade foi revelada durante um evento do Google no Brasil. Segundo Fábio Coelho, presidente da companhia no país, o objetivo do Duplex é ajudar na conexão entre empresas e clientes “de forma cada vez mais natural”.

No Brasil, a tecnologia já está sendo utilizada em testes de três formas, segundo o Google: fazer ligações para atualizar informações de negócios no Maps e Busca, automatizar tarefas na internet e realizar consultas de local de votação.

Como o Google Duplex funciona no Brasil?

O processo de atualização de cadastro utilizará a impressionante linguagem natural de voz do Google Duplex em ligações para negócios no Brasil. As empresas serão contatadas via telefone pela gigante das buscas para alterações de informações que são exibidas no Maps e também no Google Search.

Segundo o Google, mais de 200 ligações por dia são realizadas usando o Duplex e mais de 50 mil negócios já foram atendidos pela tecnologia no Brasil. “Assim que alguém atende o telefone, o Duplex explica que a ligação faz parte do processo de atualização do Google Maps, pedindo em seguida para confirmar os horários de abertura e fechamento”, explica a companhia.

Além do uso para empresas, o Duplex também está em testes no Brasil como uma ferramenta de automação de compras. Em parceria com a Ingresso.com, a tecnologia permite comprar ingressos de cinema diretamente na página de busca, agilizando um processo que pode ser complexo para pessoas que não tem familiaridade com o mundo digital.

Em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o recurso ainda será utilizado para facilitar a busca de local de votação para as próximas eleições, que acontecem em outubro. O Duplex poderá ser utilizado com a Google Assistente para obter a informação no site do TSE sem dificuldades, segundo a companhia.

Fonte: TecMundo

Poradmin

WhatsApp libera atualização com grupos de até 512 usuários

No último mês, o WhatsApp liberou as reações de emoji e anunciou umaatualização que permitirá incluir até512 participantes no mesmo grupo. De acordo com informações do site WABetaInfo, as versões beta e estável do WhatsApp já estão atualizando o limite do tamanho de usuários em grupos.

A atualização com a novidade está chegando no patch 2.22.12.10 do WhatsApp Beta para Android, bem como na versão 22.12.0.70 para iOS. Contudo, a mudança não está limitada aos usuários da versão prévia do app.

Segundo os relatos compartilhados pelo site, s usuários que estão instalando as versões mais recentes do app para Android, iOS e desktop também podem aproveitar da funcionalidade. Segundo o WABetaInfoa possibilidade estará disponível para todos nas próximas 24 horas.

Você pode criar um grupo e tentar adicionar até 512 contatos para verificar se o recurso já está disponível no seu dispositivo.

Você pode criar um grupo e tentar adicionar até 512 contatos para verificar se o recurso já está disponível no seu dispositivo.Fonte:  WABetaInfo 

Grupos do WhatsApp

Até então, os grupos do WhatsApp adicionavam até 256 membros, mas a nova atualização permitirá até o dobro do número. De qualquer forma, talvez a contagem não seja tão representativa em relação ao ofertado no Telegram, que permite grupos com até 200 mil participantes em um mesmo chat.

“Uma das principais solicitações que recebemos consistentemente é a opção de adicionar mais pessoas a um bate-papo, então agora estamos lançando lentamente a capacidade de adicionar até 512 pessoas a um grupo”, foi revelado em comunicado oficial no último mês.

Recentemente, o WhatsApp também aumentou o limite de compartilhamento de arquivos para até 2 GB e, em breve, um recurso deve adicionar a possibilidade dos usuários editarem mensagens enviadas.

Fonte: TecMundo