Arquivo de tag Microsoft

Poradmin

Nova atualização do Windows 10 causa bug em Inicialização Rápida

De acordo com o Windows Latest, a última atualização do Windows 10 está causando um bug que impede que ela própria seja instalada, o que trava todo o sistema do Windows Update.

A razão para a falha é o recurso chamado “Inicialização Rápida”, que armazena arquivos do sistema para acelerar a inicialização da máquina, após o equipamento ser desligado ou reiniciado. Esse recurso é bem útil, pois agiliza o uso do dispositivo, e fica ativado por padrão na maioria dos PCs e notebooks. O problema é que, em casos específicos, ele pode causar algum tipo de falha ou comportamento inesperado.

Na situação atual, a última atualização liberada para o Windows 10 requer que o sistema seja reiniciado por completo, para que o update seja processado. Como a Inicialização Rápida funciona como se fosse uma espécie de hibernação, a atualização não consegue prosseguir.

Microsoft já está ciente do problema e prometeu lançar uma correção o mais rápido possível.

No entanto, há uma forma de contornar a falha, e fazer com que o sistema do Windows Update volte a funcionar corretamente. Para isso, você precisa desabilitar a Inicialização Rápida.

Desabilitando a Inicialização Rápida

Para desabilitar o recurso que acelera a inicialização do Windows, abra o menu Iniciar e digite “Painel de Controle”. Clique nas “Opções de Energia” e escolha “O que os botões de ligar fazem”.

Na janela que surge, clique em “Mudar configurações que não estão atualmente disponíveis” e desmarque a caixa de seleção “Habilitar a Inicialização Rápida”.

Reinicie o PC e tente instalar a atualização novamente. Tudo deve ocorrer com sucesso. Depois de finalizado o processo, você pode voltar a habilitar a Inicialização Rápida.

Fonte:Tecmundo

Poradmin

Microsoft revela PCs compatíveis com novo Windows 10; o seu está na lista?

Microsoft divulgou a lista das CPUs que serão suportadas pelo Windows 10 2004 (grande atualização de maio) em máquinas de fabricantes OEM, mas parece que a companhia pode ter cometido um equívoco. Isso, porque os novos processadores móveis Athlon da série 3000 ficaram de fora do suporte. Esses chips são destinados a notebooks e foram lançados pela AMD no dia 6 de janeiro deste ano.

Windows 10 2004: suporte a novas CPUs

Como era de se esperar, a Microsoft atualizou a lista de processadores que serão suportados pela nova versão do Windows 10, incluindo os modelos das gerações mais recentes que ainda não foram lançadas, como os AMD Ryzen da série 4000.

As máquinas que saírem de fábrica com o Windows 10 2004 pré-instalado deverão usar os modelos das linhas de processadores listadas abaixo, incluindo os modelos de gerações anteriores.

Observando a lista da Microsoft, podemos perceber que os Athlon 3xxx ficaram de fora do suporte. Essa linha conta com dois modelos de processadores para notebooks de baixo custo: são o Athlon Gold 3150U, com 2 núcleos e 4 threads, e o Athlon Silver 3050U, com 2 núcleos e 2 threads. Ambos têm TDP de 15 W e possuem gráficos integrados Radeon.

Fonte:Tecmundo

Poradmin

Você está profissionalmente pronto para um futuro repleto de IA?

Estamos em um caminho sem volta. O uso da Inteligência Artificial em diversos segmentos já é notável e irreversível em vários sentidos. Porém, essa não precisa ser uma notícia assustadora – seja você um membro da resistência contra uma “Skynet”, seja você um profissional que está com medo de perder o emprego para um “robô”. Na verdade, é perfeitamente possível surfar nessa onda e ainda sair por cima da crista.

De acordo com dados do instituto de pesquisa IDC, a receita mundial proveniente de áreas ligadas a Inteligência Artificial ultrapassará a marca de US$ 46 bilhões em 2020. Isso significa que estamos falando de um campo que está em grande expansão e que deve remunerar muito bem os profissionais ligados a essa área.

No passado, era natural associar as novas tecnologias com a subtração de empregos no mercado de trabalho. Hoje, porém, entende-se que especialidades, como a Inteligência Artificial, é capaz de criar novos postos trabalho em uma proporção maior do que os elimina. Porém, como as habilidades para se trabalhar com IA são específicas e mudam constantemente, é preciso estar preparado para essa nova demanda do mercado.

Como estar profissionalmente preparado para o futuro

A chave para o sucesso profissional em um futuro em que a Inteligência Artificial é uma realidade não poderia ser outra: qualificação. É preciso estudar, especializar-se e buscar conhecimento para estar preparado para lidar com essa nova demanda do mercado.

Nesse sentido, há diversas alternativas. Neste artigo, queremos destacar a solução que a Microsoft preparou especialmente para aqueles que buscam um roteiro de aprendizagem estruturado e preparado para o futuro.

AcademIA é a plataforma da Microsoft que tem por objetivo treinar desenvolvedores, estudantes e interessados na área de Tecnologia. Do nível básico ao avançado, esse roteiro permite aprender vários aspectos importantes de uso e implementação de soluções com Inteligência Artificial.

O método é dividido em etapas e possui várias horas de aula disponíveis totalmente em português. Isso demonstra a preocupação da Microsoft em atender especificamente o público brasileiro, já que este é um mercado grande e que fornece profissionais para diversos países. O foco, obviamente, são os produtos e soluções da empresa, mas é possível obter conhecimento amplo a respeito da IA e sua relação com o mercado.

Alguns dos módulos disponíveis

Se você ficou interessado, recomendo fortemente que visite a página da AcademIA para conhecer todos os módulos e aulas disponíveis. Mas, se você ainda tem dúvidas, confira abaixo algumas opções de especialização que você vai encontrar por lá:

  • Introdução à tecnologia de IA para líderes de negócios – (1 h 31 min – 2 Módulos)
  • Definir uma estratégia de IA para gerar valor de negócios – (5 h 34 min – 7 Módulos)
  • Descubra maneiras de promover uma cultura pronta para IA em sua empresa – (3 h 22 min – 5 Módulos )
  • AI Business School para educação – (8 h 51 min – 11 Módulos)
  • AI Business School para o governo – (8 h 54 min – 11 Módulos)
  • AI Business School para serviços financeiros – (8 h 45 min – 12 Módulos)
  • AI Business School para manufatura – (8 h 41 min – 12 Módulos)
  • AI Business School para atendimento à saúde – (8 h 40 min- 12 Módulos)

Por que aprender sobre IA?

Se a possibilidade de maiores ganhos financeiros não atrai você, saiba que existem outros motivos para se interessar pela Inteligência Artificial. Com a chegada dessa tecnologia, não somente os postos de trabalho relacionados a TI serão impactos, mas todos sentirão o efeito da atuação da IA – em maior ou menor grau.

Mais de 50% dos empregos de hoje exigem alguma habilidade relacionada a tecnologia e especialistas dizem que esse percentual aumentará para 77% em menos de uma década. Ou seja: aprender sobre alguma área da tecnologia – e a Inteligência Artificial é apenas uma delas – é uma ótima alternativa para se manter atualizado no mercado de trabalho.

Se esse é o seu objetivo e sua intenção, recomendamos que visite a AcademIA da Microsoft para conhecer as opções de curso disponíveis. Esse é um ótimo ponto de partida e também uma ótima solução para você que já tem noções básicas sobre o assunto.

Fonte:Tecmundo

Poradmin

Microsoft redefine Windows 10X, que será instalado em notebooks comuns

Sistema operacional havia sido anunciado como parte de iniciativa para dispositivos de duas telas, mas foi repensado

Microsoft decidiu repensar o Windows 10X, o sistema operacional anunciado no ano passado planejado para dispositivos com duas telas. Agora, a empresa planeja levar o sistema operacional, pensado para ser mais flexível e simples do que o Windows 10 convencional, em notebooks comuns, com apenas um display.

Segundo Panos Panay, chefe da divisão de Windows e dispositivos da Microsoft, a decisão parece estar relacionada com a pandemia enfrentada pelo mundo agora. “O mundo é muito diferente do que era em outubro, quando apresentamos nossa visão para uma nova categoria de dispositivos com duas telas”, afirmou ele no blog oficial da empresa.

Apesar da crise econômica causada pelo coronavírus, o Windows tem visto um aumento de uso nos últimos tempos, com mais pessoas forçadas a estudar e trabalhar de suas casas. O resultado disso foi um aumento de 75% no uso do sistema operacional quando comparado com o mesmo período do ano passado. Isso pode ter feito com que a empresa voltasse seus esforços para um formato mais convencional em vez de pensar em um formato ainda experimental.

O que não está claro é quando os primeiros notebooks com Windows 10X começarão a chegar ao mercado. A Microsoft também não detalhou o que o sistema operacional trará de diferente em comparação com o Windows 10 convencional além de uma interface um pouco mais moderna. A empresa precisará deixar claro quais são as vantagens e desvantagens de um sistema sobre o outro, o que até o momento fica pouco claro, especialmente quando os dois forem usados em laptops de uma tela.

Isso também não quer dizer que a Microsoft abandonou o Surface Neo e os dispositivos de tela dupla. O Neo foi adiado para 2021, ainda sem um prazo definido. Não há previsão para que aparelhos com dois displays comecem a chegar ao mercado.

Fonte: OlharDigital