Arquivo de tag software

Poradmin

Motorola prepara lançamento de celular com câmera de 200 MP

A fabricante Motorola confirmou que vai lançar um smartphone com um sensor de 200 MP em breve. De acordo com a publicação da marca, que foi realizada na rede social chinesa Weibo, o modelo será lançado em julho de 2022.

Não há mais detalhes sobre o aparelho, mas ele será “uma nova base de performance para experiências com imagem” graças ao novo sensor — muito provavelmente um HP1, da Samsung.

Além do sensor de 200 MP, de acordo com imagens vazadas há alguns meses, são esperadas uma lente ultrawide e outra lente teleobjetiva no conjunto traseiro de câmeras.

O Motorola Frontier em renderizações vazadas.

O Motorola Frontier em renderizações vazadas.Fonte:  Motorola 

Especulações anteriores já apontavam a existência de um dispositivo do tipo sob o codinome de Motorola Frontier, ainda sem um nome comercial definido. Até agora, não há detalhes da data exata do aparelho ou da disponibilidade em todos os mercados.

Nesses vazamentos, consta que o celular terá outros componentes top de linha, como o novo processador Snapdragon 8+ Gen 1, da Qualcomm e um carregamento rápido de 125 W. A expectativa é de que o dispositivo terá até 12 GB de RAM e uma tela Full HD+ de 6,67″.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Como usar widgets inteligentes em celulares Galaxy

Apresentados há mais de uma década no sistema operacional Android, os widgets funcionam como atalhos para ferramentas úteis, alocados diretamente na tela inicial da interface. Inicialmente, o recurso exigia uma fatia considerável do desempenho nos celulares, algo que desacelerou sua popularização e uso.

Mais recentemente, porém, os “acessórios digitais” voltaram à moda graças ao avanço no desempenho médio dos modelos no mercado e a um redesign apresentado pela Apple no iOS 14, que tornou a função mais inteligente. Sem perder tempo, a Samsung disponibilizou sua alternativa para modelos Galaxy com a One UI 4.1, denominada “Smart Widgets”.

O que são widgets inteligentes?

Na prática, os Smart Widgetsou simplesmente widgets inteligentes, em tradução livre para o português, são um conjunto “rolável” das ferramentas tradicionais. A solução permite, por exemplo, que o usuário agrupe os atalhosdo relógio e do calendário em uma mesma página, economizando espaço de tela. Veja como configurar e usar a novidade:

Como usar widgets inteligentes?

1 – Na tela inicial, faça movimento de pinça na tela e acesse o menu de Widgets. O ícone está localizado na base da interface do celular, ao lado das configurações;

(Fonte: TecMundo)

(Fonte: TecMundo)Fonte:  TecMundo 

2 – Os widgets inteligentes estão dentro de uma aba homônima. Escolha o seu modelo favorito e arraste para a tela inicial para começar a utilizá-lo. Em celulares mais recentes, a Samsung disponibiliza três modelos de Smart Widgets para os usuários.

(Fonte: TecMundo)

(Fonte: TecMundo)Fonte:  TecMundo 

3 – Com o Widget na tela inicial, pressione na janela para exibir as opções, incluindo adicionar novas abas ou remover conteúdos. A função permite agrupar praticamente qualquer app dentro da área de widgets inteligentes, desde soluções integradas da One UI até widgets de aplicativos de terceiros.

(Fonte: TecMundo)

(Fonte: TecMundo)Fonte:  TecMundo 

Quais celulares possuem os widgets inteligentes?

Vale ressaltar que os Smart Widgets são uma solução proprietária da Samsung e, portanto, só estão disponíveis nos celulares da marca. Além disso, os modelos precisam estar atualizados com a One UI 4.1 — veja o calendário de elegibilidade e atualizações clicando aqui.

Além disso, a empresa também limitou o uso da função em alguns dispositivos. Logo, mesmo que o aparelho atenda a todos os requisitos, a Samsung ainda reserva o direito de simplesmente bloquear a função em certos dispositivos.

Fonte: TecMundo

Poradmin

TSE testa nova versão do app e-Título para as eleições de outubro

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou nesta segunda-feira (9) o início dos testes de uma nova versão beta do aplicativo e-Título, a via digital do título de eleitor. O app, que fornece o endereço do local de votação e emite certidões de quitação e de crimes eleitorais, pode ser baixado na versão Android ou iOS.

A ideia é que o aplicativo seja disponibilizado aos eleitores e eleitoras antes das eleições de outubro. Por enquanto, a nova edição, que inclui biometria do rosto e das digitais, está restrita a apenas 0,1% dos 25 milhões de usuários do software, escolhidos aleatoriamente para testar as novas funcionalidades da ferramenta.

Além de adaptações nas telas e mudanças de cores (de verde para azul) para melhorar a acessibilidade de pessoas com deficiências visuais, como daltonismo, o aplicativo traz outras novidades. A opção “Cartório Lotado”, por exemplo, informa quando existe grande demanda pela justiça eleitoral, e uma aba recém-criada mostra o histórico de todas as notificações do usuário. com o registro dos avisos recebidos.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Apps para saúde mental têm privacidade ‘terrível’, diz relatório

Uma análise divulgada nesta semana por pesquisadores da Mozilla traz um importante alerta sobre os aplicativos de saúde mental e oração. De acordo com um guia que analisou 32 apps da espécie, esses softwares possuem proteções de privacidade piores do que a maioria, podendo expor dados sensíveis de seus usuários.

De acordo com o líder do guia chamado *Privacy Not Included (privacidade não incluída em português), Jen Caltrider, a grande maioria dos aplicativos de saúde mental “rastreiam, compartilham e capitalizam os pensamentos e sentimentos pessoais mais íntimos dos usuários, como humor, estado mental e dados biométricos”, diz o comunicado.

Populares principalmente durante a pandemia da covid-19, esses apps foram projetados para interagir com seus usuários, mas, ao coletar informações, absorvem uma grande quantidade de dados pessoais, sob uma proteção de privacidade pífia, segundo os especialistas. Dos 32 apps analisados, 29 receberam o rótulo de “privacidade não incluída”, o que significa práticas de segurança ruins ou despreocupação com a qualidade das senhas utilizadas.

Quais os apps para saúde mental com regras fracas de privacidade?

A análise dos especialistas da Mozilla revelou que os aplicativos com as piores práticas atualmente são: Better Help, Youper, Woebot, Better Stop Suicide, Pray.com e Talkspace. No caso do Woebot, chatbot de saúde mental especializado em terapia cognitivo-comportamental, as informações coletadas de usuários são compartilhadas para fins publicitários. A plataforma novaiorquina de terapia online Talkspace coleta transcrições dos chats com os usuários.

Durante a pandemia da covid-19, particularmente durante os períodos de afastamento social, os aplicativos para a saúde mental assumiram um papel de protagonistas, face à dificuldade para encontrar tratamentos tradicionais nessa área. Dessa forma, esses apps ofereceram assistência rápida e acessível, porém a um custo aparentemente alto, segundo o relatório.

Para o pesquisador da Mozilla Misha Rykov, esses softwares “operam como máquinas de sucção de dados com um verniz de aplicativo de saúde mental”.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Google Assistente agora rebate falas ofensivas em português

Google anunciou, nesta quarta-feira (04), que a assistente virtual da marca foi programada para começar a rebater comentários misóginos, homofóbicos, racistas ou de sexo explícito. A iniciativa começou nos Estados Unidos, mas a versão brasileira da tecnologia também já está respondendo aos comandos de voz abusivos.

De acordo com a empresa, a intenção é que o Google Assistente comece a lidar com o assédio e violência de gênero de inúmeras mensagens que são direcionadas para a inteligência artificial.

No Brasil, cerca de 2% das chamadas “interações de personalidade” do Google Assistente, que são perguntas de caráter pessoal como “Ok, Google, como você está”, são de mensagens com termos inapropriados. Além disso, um a cada seis insultos ao assistente são direcionados às mulheres.

O Google aproveitou para lançar uma campanha contra o assédio

Em uma análise da companhia de tecnologia, falas que ressaltam questões sobre aparência física, como “Você é bonita, Google?”, são duas vezes mais frequentemente feitas às vozes do Google Assistente que soam femininas do que em vozes que soam masculinas.

No caso de vozes do Google Assistente que soam mais masculinas, uma a cada dez ofensas recebidas tem a ver com comentários homofóbicos. Neste contexto, relatórios apontam o uso da palavra “bicha” ao invés de “gay” ou “homossexual”.

“Não podemos deixar de fazer uma associação entre o que observamos na comunicação com o Assistente e o que acontece no ‘mundo real’. Todos os dias, grupos historicamente discriminados recebem ataques de diversas maneiras no Brasil. E esse tipo de abuso registrado durante o uso do app é sim um reflexo do que muitos ainda consideram normal no tratamento a algumas pessoas”, pontuou Maia Mau, Head de Marketing do Google Assistente para a América Latina.

Tipos de respostas

O Google Assistente responderá comentários ofensivos a partir de abordagens diferentes. Se o usuário da aplicação fizer uma ofensa explícita utilizando palavrões ou com expressões misóginas, homofóbicas, racistas ou com teor sexual explícito, a voz do Google responderá de formas como: “O respeito é fundamental em todas as relações, inclusive na nossa” ou “Não fale assim comigo”.

Falas inapropriadas e com teor de assédio do tipo “Google, quer casar comigo?” ou “Google, quer namorar comigo?” serão respondidas de uma forma bem-humorada, segundo a companhia. Nestes casos, o assistente dará um “fora” e alertará a pessoa sobre o incômodo que esses tipos de expressões causam.

Google Assistente

“Entendemos que o Google Assistente pode assumir um papel educativo e de responsabilidade social, mostrando às pessoas que condutas abusivas não podem ser toleradas em nenhum ambiente, incluindo o virtual”, acrescentou Maia

Fonte:TecMundo

Poradmin

Bandidos fingem ser suporte oficial do WhatsApp em novo golpe

Um novo golpe com o objetivo de roubar informações pessoais e até conseguir acesso às contas das vítimas foi identificado no WhatsApp. Segundo o site WABetaInfo, o esquema dos cibercriminosos envolve entrar em contato com usuários do aplicativo se passando por uma conta oficial de suporte do mensageiro.

O perfil usa a logo do aplicativo e um selo de verificado na posição errada — dentro da imagem de perfil e não ao lado do número de telefone. Além disso, o perfil não é uma conta comercial: os criminosos usam um número pessoal para aplicar o golpe.

A conta oficial de suporte (direita) e a réplica criada pelos cibercriminosos (esquerda).

A conta oficial de suporte (direita) e a réplica criada pelos cibercriminosos (esquerda).Fonte:  WABetaInfo 

No golpe, o falso suporte alega que há algo de errado com a sua conta e pede a confirmação de informações pessoais ou até do número de cartão de crédito vinculado ao sistema de pagamentos, além de solicitar também o código de acesso da verificação de dois fatores da conta ou o PIN cadastrado.

Ao passar todos esses dados, você pode perder o acesso ao perfil e ter a conta comprometida, facilitando fraudes bancárias e até o uso da sua identidade para a aplicação de outros golpes.

Se você receber uma dessas mensagens, a recomendação é denunciar o número para o suporte verdadeiro do mensageiro e bloquear o contato, sem responder aos recados dos criminosos. O WhatsApp nunca solicita dados pessoais do tipo ao entrar em contato com usuários para resolver problemas ou realizar notificações.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Microsoft vai encerrar suporte ao Office 2013 no ano que vem

Microsoft voltou a reforçar aos consumidores que o final do suporte do pacote de programas de edição de conteúdo Office 2013 está próximo.

Oficialmente, o suporte terminará em 11 de abril de 2023. Isso significa que, a partir dessa data, softwares como Word 2013, Excel 2013, Power Point 2013 e derivados não receberão mais atualizações de desempenho ou segurança.

Além disso, não haverá mais suporte técnico obrigatório, conserto de bugs e correção de vulnerabilidades. Utilizar o Office 2013 em sincronia ou realizando a portabilidade de arquivos para o serviço na nuvem Microsoft 365 também pode gerar problemas de incompatibilidade. Ainda assim, todos os softwares continuarão funcionando normalmente e cabe a cada um decidir, por sua própria conta e risco, se vai ou não continuar utilizando as plataformas.

E agora?

O Office 2013 está cumprindo a agenda previamente prometida pela Microsoft: cinco anos de suporte completo e mais cinco anos de apoio adicional.

Usuários com a licença ainda em vigor receberão cada vez mais notificações a partir de agora para realizar a migração para planos modernos da plataforma nas modalidades pessoal ou corporativa. A Microsoft 365 passou por um reajuste de preço no ano passado e atualmente tem assinaturas a partir de R$ 38,40 por usuário.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Adoção do Windows 11 desacelera entre usuários, diz pesquisa

A adoção do Windows 11 por donos de computadores com uma versão antiga do Windows instalado ou que adquiriram novos equipamentos está dando indícios de desaceleração. A informação é da AdDuplex, que publica um relatório mensal mostrando a porcentagem de PCs com a plataforma e que acessam serviços da marca.

Segundo o mais recente estudo, com dados de março de 2022, a porcentagem de mercado do mês anterior permaneceu praticamente a mesma em relação a fevereiro deste ano — o crescimento registrado na versão estável foi de 0,1%, enquanto o uso de builds do programa de testes Windows Insider subiu 0,6%.

Sem considerar essa categoria, o Windows 11 agora ocupa 19,4% dos computadores registrados pela pesquisa.

A pesquisa leva em conta apps que estão na Microsoft Store.

A pesquisa leva em conta apps que estão na Microsoft Store.Fonte:  AdDuplex 

De acordo com o site TechRadar, isso significa que o Windows 10 ainda é bastante popular entre a comunidade, por mais que a Microsoft esteja trabalhando com marketing e notificações para que os usuários habilitados atualizem os dispositivos.

Somando as principais builds e atualizações recentes, a versão tem com quase 80% da base atual de dispositivos modernos. Como a pesquisa só leva em conta modelos com acesso à Windows Store e com ao menos um entre 5 mil apps com serviços da AdDuplex instalados, entretanto, esses dados podem divergir de relatórios oficiais da fabricante.

Os motivos para que a desaceleração aconteça são muitos, desde a falta de pressa dos usuários na adoção de uma plataforma com poucos meses de vida até a incompatibilidade do sistema, já que os pré-requisitos oficiais para rodar o Windows 11 deixaram muitos dispositivos com processadores mais antigos de fora.

Fonte: TecMundo

Poradmin

iOS: atualizar manualmente é melhor que esperar avisos, diz Apple

Um executivo de alto escalão da Apple explicou que atualizar o iPhone manualmente garante que você receba novas versões do iOS até um mês antes do que as pessoas que esperam um aviso via notificação do sistema.

Segundo o site MacRumors, quem confirmou isso foi o vice-presidente sênior de engenharia de software da Apple, o carismático Craig Federighi. Ele respondeu ao e-mail de um usuário chamado Mateusz Buda, que ficou incomodado com a demora de várias semanas para receber o aviso de atualização do já liberado iOS 15.4 — mesmo tendo ligado as atualizações automáticas do sistema.

Em resposta, o executivo explicou que a empresa de fato faz o envio do download em “ondas” e privilegia os usuários que vão até as opções de buscar e baixar uma atualização pelas configurações, só depois avisando o resto da comunidade.

Confira a carta na íntegra

“Oi, Mateusz. Nós gradualmente enviamos novas atualizações do iOS primeiro tornando eles disponíveis para aqueles que explicitamente buscam por elas nos Ajustes, e daí de uma a quatro semanas depois (depois que recebemos respostas sobre a atualização) nós ampliamos o envio para os dispositivos com o download automático habilitado. Espero que tenha ajudado! Craig”

Por que isso acontece?

Apesar de Federighi não ter explicado exatamente o motivo dessa diferença temporal e a empresa não ter se pronunciado oficialmente sobre o caso, usuários do tópico original no Reddit especulam que são ao menos dois motivos para que as atualizações sejam divididas entre manuais e automáticas.

O primeiro ponto é não sobrecarregar os servidores da própria Apple, já que enviar a atualização e transferir o firmware ao mesmo tempo para absolutamente todos os usuários de iPhone poderia comprometer a infraestrutura da companhia. Isso também pode valer para a atualização de aplicativos, em especial os nativos ou populares.

Já o segundo envolve eventuais bugs graves ou vulnerabilidades que são descobertas apenas depois que uma pequena parcela dos usuários fez a atualização, permitindo que muitos não entrem em contato com esses problemas.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Facebook Messenger lança atalhos e comandos para chats em grupo

Messenger, aplicativo de conversas oficial do Facebook, anunciou uma série de atalhos e comandos que realizam diferentes ações em chats em grupo. Quem utiliza mensageiros corporativos, como o Slack, vai reconhecer a função de algumas dessas novidades.

Estão inclusos o uso de “@everyone” para enviar um recado para todas as pessoas do chat ao mesmo tempo, escrevendo o recado importante ou urgente logo em seguida, e o “/silent” para que o recado não seja enviado como notificação para os membros do grupo, em especial se a mensagem for enviada muito tarde ou para pessoas em fusos horários diferentes.

O envio de "@everyone" em um chat.

O envio de “@everyone” em um chat.Fonte:  Facebook 

Outros comandos anunciados serão exclusivos para os Estados Unidos, ao menos inicialmente, sem previsão de disponibilidade para outros territórios. Eles envolvem os atalhos “/pay” para enviar ou solicitar pagamentos em chats individuais, “/gif” para encontrar e enviar rapidamente GIFs animados em uma conversa com base em uma busca e até “/shrug” para automaticamente mandar o “¯\_(?)_/¯)”, um desenho formado apenas por caracteres especiais do teclado.

O atalho de pagamentos, por enquanto só habilitado nos EUA.

O atalho de pagamentos, por enquanto só habilitado nos EUA.Fonte:  Messenger 

Todas as novidades são válidas tanto para o aplicativo Messenger do iOS quanto no Android.

Fonte: TecMundo